— EVENTOS

Fórum Permanente: Mal-estar na cidade: diversidade, violência e saúde mental

Fórum Permanente: Mal-estar na cidade: diversidade, violência e saúde mental



A proposta do Fórum "MAL-ESTAR NA CIDADE: DIVERSIDADE, VIOLÊNCIA E SAÚDE MENTAL" é pensar o modo como são ocupados, geridos e significados os espaços públicos da cidade, sobretudo a partir de três temas que orientam a reflexão: a diversidade, a violência e a saúde mental. Essas temáticas são importantes porque, de certo modo, condensam a forma como o mal-estar na cidade se expressa e é administrado por diferentes políticas públicas. A partir de uma perspectiva democrática, objetiva-se discutir a rua e os demais espaços públicos como um lugar de partilha, de criação e de resistência, com diferentes protagonistas. Tais espaços, constituindo-se como um lugar compartilhado, podem se tornar palco de ações políticas, visando a construção de um mundo comum, o que se contrapõe às tentativas contemporâneas de privatização do sofrimento e gestão neoliberal do medo.



Evento

Fórum Permanente: Mal-estar na cidade: diversidade, violência e saúde mental

Detalhes do evento

Período do evento: 08/10/2020 a 09/10/2020

Período de inscrição: 01/09/2020 a 08/10/2020

Local: On-line: www.foruns.unicamp.br

(acessar o link na data do evento)

Evento: GRATUITO

Unidade/Órgãos envolvidos: Faculdade de Ciências Médicas - FCM, Instituto de Estudos da Linguagem- IEL,  Instituto Filosofia e Ciências Humanas - IFCH e Faculdade de Enfermagem - FENF - UNICAMP.

Fórum Permanente: Mal-estar na cidade: diversidade, violência e saúde mental

Organizadores: 

Kelly Cristina Brandão da Silva (FCM);

Lauro Baldini (IEL);

Daniel Omar Perez (IFCH);

Ana Paula Rigon F. Garcia (FENF).

PROGRAMAÇÃO:

08/10 (quinta-feira) 14 h - Abertura

14h30 às 15h45 - MESA 1 - “OCUPAÇÃO NA CIDADE: TERRITÓRIO E DESENVOLVIMENTO URBANO”

Emília Estivalet Broide - psicanalista e doutora em Psicologia Social. Consultora e analista institucional. Desenvolve trabalhos em várias cidades do país nas chamadas situações sociais críticas.

Carmen Silva - Movimento Sem Teto do Centro de São Paulo (MSTC)atua na mobilização e organização de famílias sem teto que estão na luta por moradia digna.

Moderador - Lauro Baldini (IEL/UNICAMP).

16h às 17h30 - MESA 2 - “VIOLÊNCIA NA CIDADE”.

Ana Turriani - psicanalista e doutoranda pelo DIVERSITAS/USP. Membro fundadora do Coletivo Margens Clínicas.

Naoko Silveira - médica sanitarista. Atua na Vigilância de Violências, no Núcleo de Prevenção de Violências e Acidentes, Promoção da Saúde e Cultura de Paz, em Campinas/SP.

Moderadora - Kelly Cristina Brandão da Silva (FCM/UNICAMP).

09/10 (sexta-feira)

14h às 15h30 - MESA 3 -  “MOVIMENTOS SOCIAIS NA CIDADE”

Letícia Parks - editora do Portal Esquerda Diário, dirigente do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) e dirigente do Quilombo Vermelho, uma agrupação militante de negras e negros.

Gerson Oliveira - membro do MST e representante do Acampamento Marielle Vive (Valinhos/SP). O acampamento luta pelo direito à moradia, à comida, à educação, à saúde e ao trabalho de centenas de famílias.

Moderador - Daniel Omar Perez (IFCH/UNICAMP).

16h às 17h30 - MESA 4: “SAÚDE MENTAL NA CIDADE”

Sandrina Kelem Indiani: terapeuta Ocupacional e sanitarista. Membro da direção do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, no município de Campinas/SP.

Marta Ferreira - Coletivo Estação Psicanálise - coletivo de psicanalistas que realiza atendimentos semanais na Estação Cultura, em Campinas/SP.

Moderadora: Ana Paula Garcia (FENF/UNICAMP)

17h30 - Encerramento